Compartilhando arquivos e pastas entre maquinas Linux com o NFS

Eu vejo em muito sites e artigo na internet, autores sempre falando sobre o compartilhamento entre maquinas Windows e Linux. Ironicamente, no mundo Linux é mais difícil você encontrar alguma informação que fale exclusivamente de compartilhamento entre máquinas Linux do que Windows x Linux. É como se todo mundo usasse o Linux apenas naquele computador velhinho do canto da sala e o colocassem em um ambiente totalmente Microsoft.

Enquanto o SAMBA é capaz de compartilhar arquivos entre Windows x Linux e Linux x Linux na mesma rede, o NFS é uma opção só para ligação entre máquinas Linux, porém, o considero muito mais prático e estável para esse serviço (você não pode deixar de estuda-lo, é um recurso muito importante e tenho certeza que irá precisar um dia🙂.

Assim como o SAMBA, o NFS terá que ser habilitado manualmente. Algumas distribuições ja vem com ele instalado e as vezes, até com uma interface gráfica para sua configuração. Mas para eu me isentar de qualquer responsabilidade de escrever várias versões deste artigo para cada uma de suas diferentes “abordagens”, eu vou partir para o modo-texto (ou shell, se preferir), que será comum a todos.

No Debian/Ubuntu e seus derivados, o primeiro passo é instalar os pacotes necessários para iniciarmos a configuração da rede.Os pacotes são: nfs-kernel-server e nfs-common portmap.

Em outras distribuições, apenas “nfs”.

Para instalar utilize o seguinte comando:

sudo apt-get install nfs-kernel-server nfs-common portmap

É bastante pequeno, não demorará 1 minuto para ser baixado.

Configurando o servidor

O próximo passo é editar o arquivo “exports”, ele se encontra em:

/etc/exports

Farei o exemplo, utilizando meu editor favorito, o VI. No comando abaixo, substitua o editor VI por um de sua preferência.

sudo vi /etc/exports

Dentro do arquivo, adicione o endereço da pasta que deseja compartilhar e o IP da máquina que irá acessar o compartilhamento seguindo o modelo a seguir:

/home/usuario 192.168.0.100(rw,async)

Simples não?

Se desejar que toda a faixa de IP de sua rede acesse o compartilhamento, ao invés de 1 computador em particular, faça:

/home/marcellino 192.168.0.*(rw,async)

Descrevendo as opções

r = Read, permissão de leitura da pasta.

w = Write, estou dando permissão de escrita no compartilhamento.

E se deseja compartilhar como apenas leitura, use: “ro” no lugar de “rw”

Ja a opção “async” é muito útil em redes locais por que permite que o NFS transfira arquivos de forma “assíncrona”, sem precisar esperar pela resposta do cliente. Sem essa opção a taxa de transmissão em uma rede de 100MB/s fica em torno de 6/7 MB/s, e se ativada, vai para 11 MB/s. Fica limitada apenas à velocidade da rede e obviamente aos HDs do servidor e dos clientes.

Iniciando os serviços

Ja com as devidas alterações feitas no arquivo exports, digite o comando abaixo para fazer com que o arquivo anteriormente editado, seja lido pelo Kernel.

exportfs -a

e inicie os serviços NFS e Portmap com os comandos:

sudo /etc/init.d/portmap start
sudo /ect/init.d/nfs-kernel-server start

Configurando o Cliente

A parte de configuração na máquina cliente é extremamente simples, abra o terminal ou até mesmo graficamente e crie um diretório para ser usado para montarmos o compartilhamento. Por exemplo:

mkdir /home/marcellino/nomedocompartilhamento

e depois monte com o comando:

sudo mount -l nfs 192.168.0.616:/home/usuario /home/marcellino/nomedocompartilhamento

Explicando o procedimento passa-a-passo

mount = Comando usado para montar o compartilharmento.

IP = Espefique o IP do servidor que configurou anteriormente.

/home/usuario = Pasta que foi compartilhada no servidor.

/home/marcellino/compartilhamento = Pasta criada para receber a montagem do compartilhamento.

Na teoria, este tutorial consumiu muitas linhas para exemplificar o uso do NFS, mas a medida que o leitor pega a prática, a velocidade na qual é feita um compartilhamento é incrível. Eu mesmo me peguei inumeras vezes levantando um compartilhamento em questão de pouquíssimos minutos… Experimente!

Autor: Marcellino Junior
Fonte: http://marcellino.wordpress.com/

4 comentários sobre “Compartilhando arquivos e pastas entre maquinas Linux com o NFS

  1. Boa Tarde, amigo como faco para uma estacao com windows XP acessar o servidor linux onde esta instalado o servidor NFS..

    Desde ja agradeco vossa atencao

  2. Olá a todos,

    Gostaria de parabenizar pela simplicidade de como foi feito o tutorial. Procurei na net como fazer este tipo de compartilhamento em máquina linux e sempre encontrei relamente de linux para windows. Testei e aprovei..

    Obrigado por ter compartilhando como executar este tipo de procedimento.
    🙂

  3. Olá paulo,

    Estou começando com linux também e não sei se estou falando besteira. Mais no caso de compartilhamento de máquinas linux com windows só usando o SAMBA. Tenta ver algo ai pela internet.

    Valeu.

  4. mano, esse post é punk!Falou e disse tudo, tava aqui caçando dica de compartilhamento de linux pra linux e a gente só encontra o tal do windows pra linux, mas aê, tá de parabéns, favoritei essa para aqui pra Brogar o brog todo hehehe…

    abraços mano!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s