Integrando o nautilus a rede Windows

Para mim isso é uma tarefa simples e fácil, no entanto, volta e meia em listas de discussão e forums alguém faz essa pergunta : “Como acessar meus compartilhamentos de rede Windows a partir do Nautilus ?”. É muito simples, vamos a um passo-a-passo :

1) Primeiramente tenha certeza de que tem o samba-clients e smbfs instalado em seu sistema :

sudo apt-get install -y smbfs [smbclient]

Coloquei [smbclient] entre colchetes porque é opcional, mas eu sempre instalo-o porque muitas vezes também monto dispositivos na rede a partir da linha de comando e comandos como smbtar, smbmount,smbclient,… estão disponiveis somente no pacote smbclient.

2) A partir daí, voce já poderá acessar arquivos compartilhados na rede, basta carregar o nautilus e após isso dar um CTRL+L e digitar na barra de endereços do Nautilus :

opção 1) smb://SERVIDOR/compartilhamento
opção 2) smb://fulano[:senha]@SERVIDOR/compartilhamento

Obviamente a segunda opção usa fulano[:senha] e é um acesso direto sem necessitar digitar credenciais, porém não recomendo o seu uso, visto que sua senha estaria disponivel na URL do Nautilus e todo mundo que passasse perto do seu computador poderia ve-la, algumas versões posteriores do Nautilus escondem fulano:senha após o enter, mas mesmo assim eu não arriscaria. Usando a primeira opção, quando voce teclar ENTER então uma nova janela do Nautilus solicitará de voce as seguintes credenciais :

Nome de usuário : O Nautilus sugere o mesmo login que voce já está usando na sua sessão, no entanto, voce poderá troca-la.

Dominio : Em “dominio” voce digita o nome do dominio de rede, assim sua senha será autenticada lá, se voce não possui um PDC (Primary Domain Controller) então digite o seu grupo de rede windows.

Senha: Obviamente voce digita a senha. Voce vai perceber que há também duas opções que poderão ser ligadas “Lembrar a senha para esta senhão” e “Salvar a senha no chaveiro” :

“Lembrar a senha” para esta sessão refere-se a voce não ter que digitar a senha novamente quando o acesso for ao mesmo servidor, mas isso só dura enquanto seu login estiver ativo naquela sessão do Ubuntu.

“Salvar a senha no chaveiro” é um recurso do GNOME onde o nautilus pergunta ao chaveiro do GNOME a senha e este chaveiro fornece-a. O acesso ao chaveiro também requer uma senha mestre. Se voce ainda está aprendendo a usar o GNOME é melhor não se concentrar nisso por enquanto.

Clique em conectar e terá acesso a todo o compartilhamento.

Seria sábio da sua parte usar o favoritos, ops ! eu quero dizer “Marcadores”. Vá em Marcadores e em seguida escolha adicionar “Marcadores”. Os marcadores são uteis porque podem ser utilizados nas caixas de dialogo (abrir/salvar) dos aplicativos do GNOME, por exemplo, se voce tiver um marcador apontando para um local de rede, o BrOffice será capaz de abri-lo sem necessitar de mapeamento prévio. É bom lembrar que marcadores só funcionam para pastas, não adianta usa-lo para guardar o nome do compartilhamento ou acesso direto a um arquivo.

3) Vamos usar gconf-editor para ajustar algumas variáveis do Nautilus, dê um ALT+F2 e execute “gconf-editor”. Então vá até a chave “network_icon_visible” seguindo a sequencia /apps->nautilus->desktop e voce deverá ligar a chave “network_icon_visible“, fazendo isso voce estará ativando um ícone chamado de “Servidores de Rede” na area de desktop (no Windows isso seria chamado de “Ambiente de Rede”).

Apenas como comentário, eu também gosto de ligar as outras opções de ícone : “computer_icon_visible“, “home_icon_visible” e “trash_icon_visible“, estou mais familiarizado assim do que ir até o menu Locais, mas gosto é gosto e cada um tem o seu.

Enfim, depois de ter ligado a chave “network_icon_visible“, voce poderá navegar nas máquinas Windows que compartilham algo. O ícone voce já sabe se encontra na sua area de desktop.

4) Para deixar o dominio/grupo sempre configurado é util deixar ligado no gconf-editor essa chave aqui :

/system->smb

Digite em “workgroup” o nome do dominio/grupo de sua rede Windows. Dessa forma, ao solicitar as credenciais de login, o nautilus já trará preenchido o campo Dominio.

5) Se voce é contra o CTRL+L para acessar barra de endereços do nautilus, então ainda usando o gconf-editor acesse a seguinte chave :

/apps->nautilus->preferences e ligar a opção “always_use_location_entry“, com isso voce pode dar adeus ao CTRL+L.

Algumas versões do GNOME e distribuições diferentes acrescentam essa opção nas Preferencias do Nautilus, porém no Ubuntu essa opção só existe mesmo no gconf-editor.

 

Autor: hamacker
Fonte: http://hamacker.wordpress.com/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s