Integrando o nautilus a rede Linux

Em virtude do artigo anterior falando sobre integrando o nautilus a redes Windows tive a obrigação de fazer o mesmo para nosso Linux, qual a razão ? O artigo anterior parece ter induzido alguns leitores iniciantes a achar que o Linux usa a mesma solução de redes windows para inclusive integrar linux com linux, que é um absurdo. Vamos corrigir isso e criar um artigo à altura sobre integração do Nautilus a redes Linux. Primeiramente, o artigo a seguir não se aplica somente a Linux, mas qualquer sistema operacional que tenha um programa chamado openssh, cuja disponibilidade é imensa em praticamente todas as plataformas incluindo até mesmo o windows.

1) Instale o ‘openssh-client’ no seu computador, ou se preferir que seu micro seja um servidor, isto é, também possa ser acessado por outros ou que sejam abertas sessões de terminal nele instale também o ‘openssh-server’ :

sudo apt-get install openssh-client
sudo apt-get install openssh-server (somente se voce deseja tornar-se também um servidor)

Observação : Os dois pacotes acima são meta-pacotes, isto é, não são seus nomes verdadeiros apenas apontam para os nomes de pacotes correlatos.

2) Carregue o nautilus, dê um CTRL+L para abrir a barra de endereços (no artigo anterior mostrei como deixar essa barra de endereços sempre aberta, isso se aplica apenas se o CTRL+L lhe incomoda para abrir endereços da rede) e execute :

opção 1) ssh://SERVIDOR/pasta/para/ser/acessada
opção 2) ssh://beltrano@SERVIDOR/pasta/para/ser/acessada

Na opção 1 serão requeridas as credenciais de quem já está logado no GNOME, isto é, se seu usuário de sessão é FULANO então uma conta FULANO deverá ter sido criada em SERVIDOR, a senha a ser solicitada deverá ser igual a que foi criada em SERVIDOR.

Na opção 2 serão requeridas as credenciais de beltrano que de antemão também foi cadastrada em SERVIDOR e a senha que será solicitada após deverá corresponder a mesma. Como foi explicado no artigo anterior os outros campos do formulário de autenticação são :

“Lembrar a senha” para esta sessão refere-se a voce não ter que digitar a senha novamente quando o acesso for ao mesmo servidor, mas isso só dura enquanto seu login estiver ativo naquela sessão do Ubuntu.

“Salvar a senha no chaveiro” é um recurso do GNOME onde o nautilus pergunta ao chaveiro do GNOME a senha e este chaveiro fornece-a. O acesso ao chaveiro também requer uma senha mestre. Se voce ainda está aprendendo a usar o GNOME é melhor não se concentrar nisso por enquanto.

Pronto ! É muito mais fácil usar assim e menos complicado do que usar redes windows.

Eu não disse nada a respeito das qualidades do openssh porque são muitas, criptografia é uma delas, além disso é muito melhor e seguro transferir arquivos grandes (>2 GB) . Para quem usa Windows e precisa transferir arquivos de micros com SSH-SERVER instalado poderá usar o Putty que é um cliente ssh para Windows (tem para Linux também), ele é muito bom para abrir sessões de terminal no windows, o único problema para os usuários Windows é uso da linha de comando para transferir arquivos, mas anime-se! tem alguns clientes de FTP para Windows que também já contemplam o protocolo ssh, o que torna essa operação mais visual.

É interessante que o nautilus além de permitir permitir operações de I/O (input/out) básicas como copiar/renomear/apagar, poderá também abrir e salvar este ou aquele arquivo sem a necessidade de copia-lo antes para seu disco. Isso não é nenhuma exclusividade do GNOME, com a suite KDE faz-se a mesma coisa, a única coisa que muda é ao invés de “ssh://” deve-se usar “fish://” na url do konqueror.

3) Há muitos modos diferentes de compartilhar arquivos no linux, usando ssh é apenas um deles. O motivo de eu preferir o ssh é porque além de compartilhar, o ssh é um leque enorme de opções onde além de transferir arquivos e abrir sessões remotas em outros micros são apenas algumas das possibilidades, pode-se por exemplo utiliza-lo sob outros protocolos para acrescentar criptografia é o caso de transformar o próprio FTP em SFTP.

 

Autor: hamacker
Fonte: http://hamacker.wordpress.com/

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s